SOBRE O CR-MO 4130

Nesta matéria vamos falar sobre chromoly molybdenium

Na realidade vamos falar sobre o CR-MO 4130, que certamente você já deve ter ouvido falar na hora de comprar alguma peça de BMX. Tratasse de uma liga de aço que nada mais é que a referencia máxima em qualidade de material para a fabricação de quadros, garfos, guidões, eixos, pedivelas e etc.

Não só atende ao mercado de BMX como também automobilístico, aeronáutico e até aéreo espacial.

Mas porque este material é a preferência de tantos segmentos no mercado assim?

O padrão de cr-mo 4130 trás em sua composição, várias características que podemos chamar de margens para vários outros processos de fabricação.

Marcens com vantagens mecânicas, térmicas e elétricas.

Vantagens que devem ser levadas em consideração porque é a partir dela é que vai se definir espessura de tubo, tipo de solda e até o procedimento certo de tratamento térmico que esta peça pode receber.

Parece complicado, mas eu vou te dar um exemplo bem simples:

Imagina que você vai fazer um pão:

Um pão pode ser feito de diversas formas, mais ou menos farinha, leite, água, fermento, a quantidade de cada elemento é o que vai definir se ele vai ser macio, furo, doce, salgado, etc.. Tudo isso só na composição, e ainda tem a maneira de preparo e tempo no forno que vai decidir no final como vai ficar o seu pão.

Com qualquer liga que aço funciona da mesma forma, incluindo o cr-mo 4130. Os componentes e o processo de fabricação são fundamentais na qualidade do material.

É por isso que nem sempre a referencia 4130 é sinônimo de garantia de um bom material. Cada indústria adota um processo de se chegar ao padrão 4130, que pode variar muito tendo em vista a complexidade de componentes que o material tem.

Exemplo:

Fiz pesquisa sobre a composição do Cr-mo 4130, e descobri que ao contrario do que eu sempre ouvi, de que a referencia 4130 eram 41% de Chrmoly e 30% de Molibdênio, não confere.

Na realidade são 1,0% de Chrmoly e 0,2% de Molibdênio, alem de vários outros elementos, cada um com a sua porcentagem, como o Manganês e o Silício. Tem também o controle de impurezas como o Enxofre e Fósforo que não podem passar de 0,04%.

 Mas na pratica o que isso quer dizer?

Isso mostra que apesar do CR-MO 4130 seja referencia de qualidade, existe vários tipos de Cr-MO 4130, uns com mais e outros com menos qualidade, dependendo da forma que foi fabricado o tubo, e mesmo assim, no processo de utilização posterior a sua fabricação, na soldagem mau administrada de um quadro por exemplo, pode sim perder a qualidade.

Resumindo

- A referencia cr-mo 4130 não é a única garantia de qualidade que você pode ter em um produto.

- A forma como este cr-mo é soldado, o tipo de solda, de tratamento térmico e todo o processo pós fabricação do tubo pode ganhar ou perder qualidade do seu produto.

Quanto ao Cr-mo 4130, é um material incrível muito resistente e com a flexibilidade ideal para o BMX. Tem uma variação de características perfeita para receber os mais diversos processos de fabricação que inclusive já são usados no BMX, como a variação de espessuraButted Tube, e o Tratamento térmico.

Existe vários outro tipo de referencias de Cr-mo que são usados no bmx como o 2020, que com espessuras diferentes trazem resultados iguais ou até melhor que o padrão 4130 , mas isso é um assunto que vai longe.

Eu espero que você tenha gostado desta matéria, eu não sou um especialista no assunto, mas fiz uma pesquisa que deu bastante trabalho para entender e poder passar um pouco sobre este assunto tão complexo.

Um grande abraço e até a próxima.


Calendário de Eventos