TAMANHO DO PEDIVELA | BMX FREESTYLE

Tamanho de pedivela, uma duvida que sempre surge na cabeça de muita gente na hora de comprar um. Em muitas modalidades o tamanho do pedivela é relacionado ao desempenho físico e mecânico dos movimentos do praticante.

Algumas marcas até sugerem referencias de alturas das pernas do praticante para definir qual tamanho de pedivela você deve usar. Bom, como estamos de BMX Freestyle, não vamos percorrer longas distancias nem dependemos de incríveis largadas com objetivo de chegar em primeiro, vamos ao que interessa.

No BMX Freestyle o tamanho do pedivela pode sim fazer muita diferença no seu role, vamos começar com o papel que ele tem na relação que você usa na sua bike. A “Relação” é a combinação entre tipos e tamanho de coroa, corrente, pedivela e cog (ou catraca).

Na pratica quanto maior for o pedivela, maior é a alavanca usada para promover o movimento, consequentemente, menor é o esforço usado para o mesmo resultado.  Acontece que o percurso que a perna precisa fazer é maior, e não muito confortável na opinião de algumas pessoas.

Tradicionalmente é comum você encontrar pedivelas com o tamanho 175mm para quem pratica o street, dirt, park ou vert. Anos atrás, era comum usar pedivela 180mm por influencia da nossa própria história, o BMX começou no race ( corrida ), e esta medida é quaser que fundamental nesta modalidade.

Nos dias de hoje, com a evolução do Freestyle as peças passaram a ter características próprias de cada modalidade e o pedivela também seguiu o seu caminho.

Atualmente, apesar do tamanho 175 ainda dominar o mercado, encontramos uma boa parcela de atletas procurando e usando pedivela com medidas menores como 170, 165 e até 160mm.

Alguns fatores muito interessantes estão influenciando esta tendência.

O pedivela menor aproxima os pés para o central, aproximando também os joelhos, desta forma, segurar o banco com os joelhos para manobras como barspin e variações fica muito mais fácil.

Com a tendência de quadros com traseiras ( Chainstay ) muito curtas, principalmente no street que se usa pedaleiras, ao pedalar com um pedivela de tamanho tradicional, o calcanhar bate nas pedaleiras traseiras. Já com um pedivela menor, isso não acontece.

O pedivela curto melhorou muito a execução da manobra Tailwhip, a bike fica mais estável, firme no giro, tem também a volta dos pés e uma base mais junta, perfeito também para superman, cancan e variações.

No flatland esta característica de pedivela bem curto já é bem consolidado em vários aspectos de equilíbrio, espaço e controle.

Na realidade estas são características de quem esta na pegada de um role com mais giro, manobras e combos.

Não quer dizer que por ser uma tendência você necessariamente tenha que mudar. Esta matérias são feitas justamente para ajudar você a entender melhor a sua bike e o seu role. Você esta em um esporte que te dá total liberdade de ter o seu próprio estilo.

Um grande abraço Blue Herbert.


Calendário de Eventos